Twitter
Google plus
Facebook
Vimeo
Pinterest
+39 02 87 21 43 19

Fluid Edge Themes

Hutrin recebe novos EPIs para proteger equipe no atendimento a infectados

Hutrin recebe novos EPIs para proteger equipe no atendimento a infectados

Na luta contra o coronavírus a prevenção é o melhor caminho. Sem cura conhecida o importante é evitar a propagação rápida do vírus que pode provocar síndrome respiratória grave. No Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin) os profissionais de saúde – que já têm gorros, óculos, máscaras descartáveis, luvas, álcool gel, sabonete líquido e desinfeção constante de ambientes – receberam também novos equipamentos de proteção individual (EPIs) que garantem isolamento completo. Os macacões impermeáveis devem ser usados por todos os colaboradores que tratarem de pacientes com sintomas.

“Proteger a equipe é nossa obrigação e com a chegada dos novos EPIs vamos garantir mais segurança para médicos, enfermeiros, técnicos e todos os profissionais de saúde que estiverem na linha de frente do atendimento”, explica Getro de Oliveira Pádua, diretor do Hutrin. O hospital recebeu 100 macacões.

Inspeção e desinfecção

Após a aprovação do infectologista Guillermo Sócrates os trajes foram separados para uso dos profissionais, que começaram a ser instruídos no como vestir e onde retirar o material para desinfecção.

As cores devem ajudar na identificação do profissional: branco e verde para médicos, azul para área de enfermagem, e branco com tira vermelha na manga para atendentes. “Hoje temos todos os EPIs para proteger quem recebe e trata pessoas que chegam com sintomas e isso é um alívio para toda a equipe”, explica Synara Soares. A enfermeira, responsável pela Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH), foi quem recebeu os trajes no Hutrin e está encarregada de definir o protocolo de vestimenta junto com o infectologista.

Isolamento

Desde o início de março o Hutrin reservou um espaço para possíveis infectados que precisassem de isolamento. Os quartos, dois com ventilação mecânica, estão a espera de pacientes, mas até hoje ninguém precisou usá-los. O único caso registrado em Trindade foi atendido por um hospital em Goiânia.

UTI

Há uma semana o Hutrin prepara a instalação de seis leitos para atender pacientes numa Unidade de Terapia Intensiva. Por conta da UTI o Instituto de Medicina, Estudos e Diagnósticos (IMED), Organização Social que administra o hospital, abriu processo seletivo para contratação imediata de 14 profissionais de saúde, além dos seis médicos que se somaram ao quadro de colaboradores e já estão trabalhando.

Há vagas para enfermeiros, técnicos em enfermagem e fisioterapeutas. O processo seletivo é pelo site http://hospital-hutrin.org.br/acesso-a-informacao/recursos-humanos/rh-processos-seletivos-2020/

Deixe seu Comentário